Final de semana na praia - o medo de ondas

Quando era jovem - oh my goodness, how I miss that time,  eu sonhava em poder ir pra praia, mergulhar bastante, surfar nas ondas como se fosse um golfinho, rolar na areia e tudo mais que fosse possível à beira-mar.
A primeira vez que pisei em uma praia foi em Salvador - isso tem décadas e décadas..kkk, tentei brincar nas ondas, até que um certo dia apareceu umas ondas gigantes - tinha sinal de aviso pra não entrar - e eu não vi, e fui entrando até não ter mais lugar para colocar os meus pezinhos em solo firme, tendo na minha frente, visão de ondas gigantes que eu achava que iria ser partida em pedacinhos. No desespero, sem saber como retornar pra praia, me arrisquei, rezando, a ir surfando na onda, de forma que ela me jogasse na areia, se possível, igual a filmes. Foi o tipo, se arrisca ou morre.
Eu consegui e levei do salva-vidas, que estava lá aos gritos, um tremendo puxão de orelha.
Nesse dia, depois do susto, eu sentei na praia e fiquei olhando as ondas sem poder acreditar que eu estava lá, diante daquele paredão escuro, quase na forma de um grande monstro. A partir de então, meu medo por ondas veio a tona e, se o meu corpo é coberto além da cintura pelas águas do atlântico, eu corro para o seco. Isso quando realmente entro n'água, pois fico brincando na praia, porque quando entro, molho os pés. Essa é a forma de como eu vou a praia, agora que tenho oportunidade. Coisas da vida...hahaha. E pelas imagens, dá para perceber que aqui na orla não há ondas grandes, muito raro aparecer, mas mesmo assim, vou indo do meu jeito.
O que aprecio é sentar em algum canto e ficar assistindo o que rola na praia.


E sábado, com uma preguiça danada, animada pela amiga Monica, foi dia de ir a praia pra sentir sentir a brisa da tarde e o barulho do mar.
quem se lembra da minha bolsa amarela by Revlon?
E foi dia de caminhada com a amiga, de jogar conversa fora, falar abobrinhas e se sentir mais light, mesmo secando algumas garrafas de cevada. Também foi dia vê-la ir desaparecendo no mar. Ela vai até ao fundo para dar uns bons mergulhos, e quanto maior a onda, melhor.
 vista do bar Falésias
Final de tarde, depois de molhar o pé, nada melhor que refrescar de uma outra forma...com essas caras de acabadas que ninguém merecia ver...kkkk

E foi assim o final de semana iniciado na sexta, com direito a molhar os cambitos no domingo.
Boa semana pra nós todos.

Local: Praia de Cotovelo, Parnamirim, RN - primeira praia sul de Natal

Comments