Bangkok: viagem pra ficar dentro de hotel

O primeiro dia em Bangkok foi uma experiência diferente: era dia de eleições, e por causa da violência em vários pontos na cidade não fui para o hotel que havia reservado e tive que pagar assim mesmo pra ficar em um perto do aeroporto. Eu louca pra conhecer a cidade e suas mil e uma atrações foram por água abaixo. Poxa, 365 dias no ano e eu tinha que vir exatamente no dia de eleições? kkkk vou ter que voltar qualquer dia nessa vida pra desfrutar dos encantos da capital tailandesa.

Nada a fazer, aproveitei pra dormir muito, porque não sei os motivos, mas toda vez que viajo me dá uma vontade tão grande de adormecer e a maioria dos dias se não tem programação dita "obrigatória" eu vou pra cama e durmo mais da metade do dia. Ô perda de tempo hein? Como disse minha amiga Sofia uma vez - "deixa pra dormir quando estiver em casa" hahahaha.Aqui quando é dia é noite no Brasil, mas não precisava dormir dia e noite né não?! Mike é do tipo que não gosta de turistar. Ele fica o tempo todo em frente ao computador com seu trabalho e diz que adoooora. E eu na preguiça de sair sozinha, aproveito e durmo.
é tanta variedade que se pudesse ficaria lá o dia todo experimentando, mas ando ficando com as comidinhas mais conhecidas, vai que o meu estômago dá zica?
O café da manhã do hotel é do tipo almoço e uma maneira boa de "engorda". Tanta variedade que coloca os brasileiros no chinelo. E assim a rotina foi levantar, comer, voltar pra cama e dormir. Levantar a tardinha, ficar na beira da piscina, tomar uns drinks, voltar para o quarto, tomar banho e sair para jantar. Uma verdadeira cumilança, porque ir para academia queimar as milhões de calorias adquiridas, nem pensar. Falta ânimo.  Fique velha não viu gente?
 

 
 
 
 

aumentando o culote e a barriga...
 

Depois de duas noites dentro de um hotel pegamos um táxi para Pattaya, cidade a beira da praia. Era tanto calor dentro do carro que achei que não conseguiria chegar viva. Cruzes! Pra compensar, o hotel Holiday Inn reservado por uma noite era a maior graça, apesar do dia cinzento.
...e eu odeio puxar mala. Dessa vez trouxe uma grande para piorar a situação. O look? o sr. marido anda morrendo de vergonha das minhas roupas..kkkk
vista do quarto do hotel em Pattaya
Até mais ver e confesso que continuo dormindo na maioria dos dias enquanto o sol brilha lá fora :((

Comments