Palm Beach, FL. A riviera Beach Marina e as praias


De volta ao post sobre praia, em Palm Beach, que eu havia comentado da decepção do lugar que estava um dia feio, voltei no dia seguinte em dia de sol. O céu estava azul e o dia lindo. Apesar da área ser uma Marina, a visão de todo cenário era bonita, por assim dizer, mas nada extraordinário. 

barcos e mais barcos, é o que tem.
do outro lado parece que há uma pequena praia
O que mais gostei foi do barco com restaurante. Um lugar perfeiro para passar o dia tomando uns drinks. No barco tem área externa (um pouco quente) e a interna com ar condicionado. Em qualquer área é possível ver externamente a beleza dos barcos contrastando com o azul do mar.


Não satisfeita o suficiente com o local, porque queríamos ver praia e não barcos, tomamos rumo ao norte em busca de praias perfeitas. E gente, vou falar uma coisa: quem está acostumado com praia brasileira não se espanta em nada. Aliás, o que se encontra ao chegar nas praias é um grande vazio. A praia, o mar, você e nada mais.

o que me admira é o cuidado com as entradas das praias, o zelo e o valor que eles dão. A cada saída sempre tem uma ducha e torneira para os banhistas. E não se paga nada por isso.
a praia..dia de vento ...nao se vende nada nas praias....para você não morrer de sede, lembre de levar o seu kit com água...e cerveja gelada. Ah, e por favor, ao ir embora, cate todo o lixo por favor.


Batido o ponto na praia de areia grossa e quase deserta, fomos em busca de um restaurante. E que loucura. Pensávamos que havia algo próximo ao mar, só que não é assim tão fácil de se encontrar. Melhor que se programe antes com endereço. Foram vários km à beira da orla e nada. Fomos salvos por um senhorzinho - na área dos ricos e famosos, kkkk #detalhe, que com um sorriso largo e sua sacola, disse que estava catando o lixo que o povo joga nas ruas (não vi nada de lixo), que estava aposentado e não havia muito o que fazer. Deu vontade de indagar a ele se não queria passar umas férias no Brazil, porque ali sim, lixo não iria faltar para ele recolher.

Com as dicas do americano, conseguimos chegar a um restaurante, mas na porta uma senhora muito engraçada disse que o do vizinho era melhor e mais barato. Pegamos a dica e não nos arrependemos.


minha escolha - estava divina.
ele foi de salmão
Assim foi a visita às praias de Palm Beach na Flórida. Nada de excepcional, porém diferente ao que os brasileiros estão acostumados, pelo no meu caso.

Comments