Pamonha, torresmo e pão de queijo mineiros


Minas Gerais é tão bom que BH foi eleita a melhor capital do Brasil para se viver. A cidade tem lá seus defeitos que não são poucos, mas mineiro é suspeito pra falar da capital ou de qualquer outra vila. Minas se come bem. Tem quem não goste, não se adapta com o sabor. Costume e tradição não mudam paladar de ninguém da noite para o dia, leva-se tempo. Mineiro é chato para comer. O simples é mais saboroso que o enfeitado com diferentes sabores que não se casam. 
Mineiro ama pão de queijo...mas ele olha se tá com carinha boa - mas não basta o visual...Nesse dia, me deparei com esses aí meio trincados...na falta de outros, experimentei...estava bom...porém, não precisa deixar queimar nem trincar...tem que ser perfeito.

A muito tempo eu não comia pamonha. Para quem não conhece é feito de milho verde. Pode ser doce ou salgada, recheada com queijo ou carne etc. Tem casas especiliazadas em Pamonha na cidade. Não deu tempo para ir até lá. Fui em um café na Savassi e comi essa aí da foto, para matar a saudade. Não estava nota 10, mas daria 6. Boa mesmo de comer rezando era as que se faziam na roça...ai que saudades dos tempos de criança viu?
Mineiro não resiste a um torresmo acompanhado de cerveja gelada. No intervalo ou no início, vale uma dose de cachaça. Torresmo com barriga ou apenas torresmo em Minas tem que ter carne. É um croc croc dos deuses.

E aí você come, come sem parar, depois bate a preguiça e o desejo de uma cama. Mas mineiro que se prese toma logo um café em pleno verão 40º C e volta a trabalhar.

Comments