Amor próprio irradia alegria


Faça me rir, mas não tanto. Quem aí vive fazendo planos na vida? Eu sou uma delas, mas nada nunca funcionou. Disse nunca. Todo iniciar de ano é a mesma ladainha: vou fazer isso, aquilo e claro, regime, malhar sem preguiça para uma vida mais saudável. O ano acaba e os almejados planos ou promessas tornam-se páginas esquecidas. 

Mas o que faz o ser humano não agir, ir a luta dos ideais ou sonhos? Os principais fatores são as surpresas da vida, do inesperado que fazem a vontade desaparecer, todas elas. Aquela força foi sugada sem deixar uma gota de energia para ir em frente com os planos e um sorriso que venha do coração. E aí você luta com essa última gota que te restou, bate no contra, mas parece faltar chão firme. Tudo parece ser areia. Sem base ou raízes para dar firmeza e suportar os ventos e tempestades no caminho, o mundo perdeu o chão. 

A imagem do espelho já não é mais a mesma. Evitas sair. Sentes o próprio fracasso. Perdestes o respeito, a dignidade, os sonhos se apagaram, a pele perdeu o viço, o corpo fraquejou, a alma tornou-se solitária e perdida. Você vaga de um canto a outro. Não te encontras pelo mundo. O sorriso agora é pálido, forçado, tristonho...

...Até o dia que você acordar e descobrir que o amor é a causa da perda de sua vida e voltar a amar a si próprio mais que ninguém no mundo. Magra, gorda, feia, bonita, nova, velha, saudável ou doente...o amor próprio é a cura de toda tristeza, ele traz a alegria e é iluminador, contagiante...A vida é única. O tempo passa e os dias perdidos de sua vida também. 

Viva o hoje
o ontem não volta
e o amanhã  pode não chegar!

Comments